Visão em Dia

Os olhos são grandes responsáveis pelas
experiências que temos ao longo de nossas
vidas, e para mantê-los saudáveis alguns
cuidados são necessários.

Como cuidar da saúde dos seus olhos

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), há pelo menos 2,2 bilhões de casos de cegueira ou deficiência visual no mundo, sendo que 1 bilhão poderia ter sido evitado, ou ainda não foi tratado (1). Por isso, o Dia Mundial da Visão, que este ano ocorre em 08 de outubro, reforça a necessidade dos cuidados com a saúde ocular, que começa com o médico oftalmologista.

Todos nós estamos sujeitos ao acometimento de doenças oculares, mas as que exigem mais atenção são as que não apresentam sintomas. Ou seja, as doenças que, inicialmente, trazem sintomas imperceptíveis - são detectados somente com a ajuda do médico oftalmologista.

Como cuidar da saúde ocular

A primeira e mais importante atitude é visitar o especialista periodicamente. Por meio dos exames de rotina o médico oftalmologista consegue avaliar se há alguma alteração e a necessidade de realização de exames complementares.

O segundo passo é seguir à risca as orientações do profissional. Por exemplo, o paciente com glaucoma precisa instilar os colírios nos horários indicados. Cada medicação prescrita tem uma função e esquecer um deles pode afetar o resultado do tratamento como um todo. Em caso de dúvida, sempre converse com o seu médico.

Além do acompanhamento de um especialista, também é importante estar atento a atitudes que ajudam a prevenir o surgimento de doenças, tais como:

- Não coçar os olhos para evitar o desenvolvimento ou progressão do ceratocone;
- Caso tenha indicação médica, usar óculos com filtros para proteger os olhos e eventual prevenção de doenças como degeneração macular relacionada à idade (DMRI);
- Ter cuidado para evitar acidentes domésticos que possam causar traumas, como fogo, objetos pontiagudos;
- Praticar atividade física regularmente (2);
- Manter uma alimentação saudável, rica em antioxidantes (3);
- Evitar o tabagismo (4), pois ele pode acelerar o desenvolvimento de doenças oculares.

Principais doenças oculares:

- 196 milhões de pessoas com degeneração macular relacionada à idade (5);
- 146 milhões de pessoas com retinopatia diabética (3);
- 76 milhões de pessoas com glaucoma (3);

Conhecer as doenças oculares que podem levar à perda completa da visão é um caminho para a prevenção e adesão aos tratamentos propostos pelos médicos. Saiba mais sobre algumas delas:  

GLAUCOMA

O glaucoma é uma doença crônica, sem cura, que pode não apresentar sintomas em sua fase inicial. O diagnóstico precoce depende da visita regular ao médico oftalmologista. O glaucoma é uma doença que acomete o nervo óptico e que pode estar associada ao aumento da pressão intraocular (PIO - pressão interna do olho)

O glaucoma é mais comum em negros, idosos, pessoas com histórico da doença na família ou alta miopia, além de usuários crônicos de colírios com corticoides e diabéticos (6).

Uma das formas de tratamento é o uso de colírios hipotensivos, ou seja, aqueles que têm o efeito de baixar a pressão intraocular, usados de forma contínua (para o resto da vida). Em alguns casos, o uso de laser ou cirurgia é indicado.

Neste vídeo você encontra informações complementares e de forma mais ilustrativa.

 

RETINOPATIA DIABÉTICA

A retinopatia diabética (RD) é uma complicação do diabetes que pode não apresentar sintomas em seus estágios iniciais. Ela afeta cerca de uma em cada três pessoas que vive com diabetes e é a principal causa de perda de visão e cegueira em pessoas com idade entre 20 e 65 anos (7). 

Inicialmente, não apresenta sintomas. A partir do momento em que as complicações vão ficando mais sérias, a visão se torna borrada e distorcida.

A doença é causada pelo excesso de açúcar nos pequenos vasos sanguíneos que irrigam a retina. Este material desgasta os casos, causando edemas ou obstruções. Portanto, é fundamental que o paciente com diabetes mantenha a taxa glicêmica controlada e faça visitas periódicas ao médico oftalmologista, além do endocrinologista.

Saiba mais sobre a retinopatia diabética neste vídeo.

As doenças oculares podem ser controladas e é possível evitar sua progressão. Para isso, é importante visitar regularmente o médico oftalmologista. Na consulta de rotina o especialista identifica se existe algum problema e quais providências podem ser tomadas.

Se este texto te ajudou, certamente pode ajudar as pessoas a sua volta: compartilhe com seus amigos e familiares!

 

 

O texto acima possui caráter exclusivamente informativo. Jamais realize qualquer tipo de tratamento ou se automedique sem a orientação de um especialista.

 

Texto publicado em 07/10/2020

 

Referência bibliográfica
(1) World report on vision 2019.
(2) A importância da prática de atividades físicas na promoção da saúde ocular das pessoas idosas;
(3) Luteína: Propriedades antioxidantes e benefícios à saúde
(4) Análise da camada de fibras nervosas da retina em usuários crônicos do tabaco e álcool;
(5) Hope in Sight – Toolkit;
(6) Conselho Brasileiro de Oftalmologia: Tudo sobre glaucoma;
(7) International Diabetes Federation: Diabetic Macular Edema (DME).

Visite regularmente seu oftalmologista

Precisa de oftalmologista?

Encontre um médico aqui.

Teste de Amsler

Faça a auto avaliação da mácula.

Clique aqui

Médicos

Acesse aqui o Portal Oftalmo.

Clique aqui
Apoios