Visão em Dia

Os olhos são grandes responsáveis pelas
experiências que temos ao longo de nossas
vidas, e para mantê-los saudáveis alguns
cuidados são necessários.

Olho seco em pacientes com doenças reumáticas

Ardência, vermelhidão, sensação de areia ou de corpo estranho, coceira, lacrimejamento, irritação ocular... Estes são alguns dos sintomas mais comuns quando falamos em olho seco. Além de fatores externos, como condições ambientais (poluição), o problema também pode ser desencadeado por doenças reumáticas.

Entenda o que é olho seco

O olho seco é uma doença multifatorial da superfície ocular caracterizada por instabilidade do filme lacrimal e acompanhada de sintomas oculares(1).

A médica oftalmologista Dra. Ana Luisa Hofling de Lima Farah (CRM-SP 37846) reforça que "o olho seco pode surgir em função de fatores externos, de doenças associadas e da própria deficiência do organismo para compor/produzir a lágrima. Pelo fato de ser responsável pela nutrição e hidratação dos olhos, a falta da lágrima pode levar ao surgimento de incômodos oculares".

Antes de falarmos sobre a doença reumática, citada no início do texto, é importante entender algumas diferenças entre a doença do olho seco e fatores que podem desencadear sintomas de olho seco. A deficiência na produção de lágrima e as alterações hormonais estão relacionados à doença, enquanto o uso excessivo de celular, computador e/ou tablet e a exposição excessiva ao sol, vento, ar condicionado, fumaça, poluição podem provocar os sintomas do olho seco. Ou seja, a pessoa pode sentir o incômodo ocular sem ter diagnostico de doença do olho seco.

Além dos sintomas abordados, o olho seco ainda pode gerar desconforto ao ler, assistir televisão ou trabalhar em frente ao computador por muito tempo, podendo impactar diretamente na qualidade de vida e desempenho das funções profissionais e sociais. Desta maneira, é importante consultar o médico oftalmologista e seguir as orientações para o tratamento adequado, que podem consistir no uso de colírios especialmente indicados para este fim.

Sobre a relação entre olho seco e as doenças reumáticas, é importante contextualizar o que compreende estas patologias. Segundo o Ministério da Saúde (2),  há um conjunto de diferentes doenças que acometem o aparelho locomotor, ou seja, ossos, articulações ("juntas"), cartilagens, músculos, tendões e ligamentos. Além disso, algumas doenças reumáticas podem comprometer outras partes e funções do corpo humano, como olhos, rins, coração, pulmões, intestino e até a pele. Existem mais de cem tipos de doenças reumáticas(2), sendo as principais: artrite reumatoide, síndrome de Sjögren, osteoartrite (artrose), fibromialgia, osteoporose, gota, febre reumática, entre outras.

Olho seco x doenças reumáticas: Qual é a relação?

A principal doença reumática que pode desencadear o olho seco é a síndrome de Sjögren, doença autoimune que se caracteriza, principalmente, pela manifestação de secura nos olhos e na boca associada à presença de autoanticorpos ou sinais de inflamação glandular(3). Embora pessoas de todas as idades possam ser afetadas, a doença tem maior incidência em mulheres entre 40 e 50 anos(3).

O envolvimento ocular – especialmente olho seco grave – pode existir independentemente da doença articular grave e deve ser avaliado em todos os pacientes com artrite reumatoide, independentemente de manifestações oftalmológicas(4).

A especialista orienta que nesses casos o cuidado com o olho seco seja complementar ao tratamento da doença sistêmica, junto ao reumatologista. "O oftalmologista dará continuidade ao tratamento, dependendo da gravidade do caso, com substitutos da lágrima, o que não trata a doença, mas ameniza os sintomas e as consequências. Dependendo do caso, até uma intervenção cirúrgica pode ser recomendada", acrescenta a médica.

Independentemente do estágio da doença reumática, é importante a orientação do médico oftalmologista: "É impossível ignorar o olho seco, pois o paciente perde qualidade de vida pelo desconforto visual grave e alterações da visão", alerta Dra. Ana.

 

 

O texto acima possui caráter exclusivamente informativo. Jamais realize qualquer tipo de tratamento ou se automedique sem a orientação de um especialista.

 

 

Referências:

(1) CraigJP,etal.,TFOS DEWS II Report Executive Summary,TheOcularSurface (2017)
(2) Doenças reumáticas: Doenças que podem atingir pessoas de todas as idades - Disponível em https://bvsms.saude.gov.br/bvs/folder/doencas_reumaticas.pdf
(3) Síndrome de Sjögren: Doença auto-imune que se caracteriza pela secura ocular e da boca - Disponível em https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/sindrome-de-sjogren/
(4) Correlação entre sinais e sintomas de olho seco em pacientes portadores da síndrome de Sjögren. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0004-27492008000400015&script=sci_arttext

Visite regularmente seu oftalmologista

Precisa de oftalmologista?

Encontre um médico aqui.

Teste de Amsler

Faça a auto avaliação da mácula.

Clique aqui

Médicos

Acesse aqui o Portal Oftalmo.

Clique aqui
Apoios